Senadores estimam 65 votos dos 81 são favoráveis a aprovação da PEC Antidrogas

Senadores não têm a menor dúvida de que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que criminaliza a posse e o porte de qualquer quantidade de droga terá vitória incontestável no Plenário do Senado. Mesmo estimativas mais conservadoras esperam uma lavada: 53 votos pela aprovação do texto. Planilha que circulava entre a oposição contava com números mais elásticos, entre 60 e 65 pró-PEC. O texto precisa de 49 votos para ser aprovado e seguir para a Câmara dos Deputados.

Até tu, Brutus?

Nas planilhas dos senadores, apostam em traições dentro do PSD, de Rodrigo Pacheco, que, em incomum coragem, é o primeiro signatário.

Nome aos bois

Na miúda, os senadores até evitam nominar os “traidores”, mas não resistem ao sigilo. Apostam que Eliziane Gama (MA) será contra a PEC.

Contrapeso

Também são esperadas “traições” dentro de bancadas mais alinhadas ao governo, no PSB é esperado o voto de Chico Rodrigues (RR) pró-PEC.

Em peso

No PT, ninguém conta com os oito votos da bancada. Em um cenário otimista, espera-se apenas pela abstenção.

Coluna do Claudio Humberto

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *