Senador Marcos Rogério faz críticas pesadas contra CPI por se recusar investigar corrupção

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) falou à Rádio Jovem Pan, nesta quarta-feira (28) e considerou positiva a entrada de Luiz Carlos Heinze (PP-RS) na vaga de Ciro Nogueira, como membro da CPI da Pandemia, em curso no Senado Federal

A mudança ocorreu depois que Nogueira se afastou do congresso para assumir a cadeira de ministro chefe da Casa Civil. A dança das cadeiras também inclui o senador Flávio Bolsonaro, agora como membro da CPI, na suplência de Heinze.

Marcos Rogério, entretanto, acredita que é preciso ampliar e combater a forma como a mesma é conduzida por Omar Aziz, Renan Calheiros e Randofe Rodrigues, com ataques baseados em narrativas e a omissão, quando da necessidade de convocar representantes de estados e municípios, para investigar suspeitas de corrupção com verbas federais.

“Esse caso, agora, envolvendo o Consórcio Nordeste, começam a surgir indícios de uma delação, será que os comandantes da CPI vão querer fechar os olhos para esses fatos. A sociedade não aceita, vamos conseguir colocar esses temas na mesa e nem que seja por constrangimento, eles vão ter que enfrentar os fatos. Enfático, Marcos Rogério comparou a situação com a corrupção dos governos Lula e Dilma.

Fonte: Jornal da Cidade Online

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *