Rodrigo Maia não pauta a MP do Futebol para beneficiar a Rede Globo e prejudicar os clubes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, não se importou em não colocar na pauta da casa a Medida Provisória que garantia aos clubes mandantes da partida, a liberdade de negociar a sua transmissão, e assim favoreceu vergonhosamente a Rede Globo, e naturalmente prejudicou os clubes de futebol

Por não ter sido analisada dentro do prazo, a MP acabou caducando, o que beneficiou a Rede Globo, já que volta a ter um domínio quase que completo sobre as transmissões nacionais, seja por canal aberto ou por algumas de suas afiliadas.

Se analisada e aprovada, a medida dava aos clubes a liberdade de negociar, quando mandantes das partidas, a sua transmissão com outras emissoras, mas agora os clubes voltam a seguir o regime de imposição de regras estabelecido pela Rede Globo.

Em algumas ocasiões, os times chegaram a transmitir os jogos pelo YouTube e vender para outras emissoras.

Agora, a Rede Globo comemora a manutenção do seu monopólio nas transmissões do Brasil, inclusive celebrando a notícia nesta sexta-feira (16) na sua grade de programação. Devido ao momento financeiro complicado que a empresa enfrenta, depois da drástica diminuição do repasse de verbas do governo federal para publicidade, a Rede Globo sente um pequeno alívio. Deve isso ao “Botafogo”, que não é um time de futebol, mas o próprio presidente da Câmara dos Deputados, que deverá receber cobranças dos clubes brasileiros, principalmente os do Rio de Janeiro.

Jornal da Cidade Online

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *