Professores da rede municipal entram em greve e reivindicam reposição salarial de 32,15%

Professores da rede municipal da capital, decidiram entrar em greve para reivindicação de reposição salarial. A categoria registrou ontem no movimento que fizeram em frente a Prefeitura de São Luís, a defasagem dos seus salários em 32,15%, destacando também melhores condições de trabalho.

A greve iniciada ontem pode ter continuidade no dia de hoje. Eles esperam ter um encontro com o prefeito Eduardo Braide para uma discussão sobre a reivindicação da categoria. Observações importantes que fazem parte dos debates do movimento paredista, estão o forte assédio moral e o retorno presencial seguro das aulas nas unidades escolares.

A Secretaria Municipal de Educação é um dos sérios problemas enfrentados pela administração Eduardo Braide, uma vez que em menos de 11 meses de administração a pasta já está no terceiro titular. Pelo visto, os problemas existentes na Semed devem ser bem acentuados. A verdade é que há uma necessidade urgente para a resolução do problema, para que mais prejuízos não sejam causados a comunidade escolar infantil.

Fonte: AFD

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *