Prefeito e secretário indiferentes as vidas dos servidores da saúde de São Luís vão ser denunciados

O prefeito Edivaldo Holanda e o seu enrolado secretário Lula Fylho, estão sendo acusados publicamente de colocarem em risco a vida de servidores de vários segmentos do Sistema Municipal de Saúde. “Eles não têm respeito a vida das pessoas que trabalham nas unidades hospitalares e postos de saúde, diante da seriedade da pandemia do covid-19, que inclusive já matou muita gente”, disseram inúmeros servidores durante movimento que fizeram nesta quarta-feira para pedir primeiramente Equipamentos de Proteção de Qualidade-EPI’s de qualidade e que não os exponham a vulnerabilidade diárias.

As primeiras denúncias públicas vieram pelos socorristas do SAMU. À época o secretário Lula Fylho tentou desqualificar como improcedente as denúncias, mas  foi desmoralizado com a exibição de provas. O Secretário Municipal de Saúde, que já foi Secretário de Governo da atual administração e saiu do cargo por envolvimento em práticas ilícitas com a Secretaria Municipal da Fazenda, ao invés de ser defenestrado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior, como princípio de seriedade, moralidade pública e transparência, muito pelo contrário foi promovido para ser o titular da pasta da saúde.

Os servidores da saúde municipal registraram que numa equipe de plantão do Socorrão 2, com 22 pessoas, apenas uma não foi infectada pelo covid-19. “O prefeito de São Luís e o secretário de saúde estão brincando com as nossas vidas”, destacaram com relatos de que o Ministério da Saúde repassou recursos e continua, para a Prefeitura de São Luís atender diversas demandas no combate ao coronavírus, mas infelizmente nós nos sentimentos discriminados, ainda mais pelas precárias condições de trabalho e salários bem aviltantes, afirmaram

Através das suas categorias de classe, os servidores da saúde municipal vão denunciar o prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o secretário Lula Fylho ao Ministério Público Estadual da Saúde para ver de perto a realidade a que estão expostos a contaminação ao covid-19 todos os dias e  também ao Ministério Público Federal sobre a questão dos recursos federais que estão sendo repassados a prefeitura de São Luís para verificar a aplicação de maneira transparente.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *