Políticos oportunistas tentam se aproveitar da defesa do Ministério Público aos condôminos da Cyrela em São Luís

                     aldir

  Inicialmente a luta foi da competente e séria promotora de justiça Litia Cavalcanti (Defesa do Consumidor) e depois de uma força tarefa, que além de Litia Cavalcante conta com os promotores de justiça Haroldo Paiva (Conflitos Agrários) e Pedro Lino Curvelo (Execução Penal). Todos juntos de maneira brava se impuseram a todas as tentativas de embaraços para a execução dos seus trabalhos e receberam o importante apoio da justiça para todas as ações que ajuizaram em defesa dos direitos e da dignidade das centenas de condôminos dos empreendimentos Jardim Provence e Jardim Toscana, de total responsabilidade das empresas Cyrela Brasil, Oxaco Incorporadora e Cybra Investimento Imobiliário, que inclusive já deixaram o mercado da construção civil em São Luís, pelos elevados prejuízos causados a milhares de condôminos em nossa capital.

                       Felizmente, existem promotores comprometidos com a instituição e a sociedade, e que exerçam com zelo e competência as suas funções e fazem a sociedade acreditar, diante do que estão vendo, que seriedade e competência existem, me disse pessoalmente um condômino exaltando a força tarefa.

                      A minha referência expressa a realidade que vejo e que venho acompanhando, até mesmo que eu tinha uma irmã que morava em dos prédios e que estava em negociação para a compra, decidiu se mudar do local, o quanto antes. Quero registrar a minha indignação contra políticos aproveitadores, que diante dos resultados que estão sendo alcançados por méritos dos três promotores de justiça e o respaldo importante do judiciário, estão querendo ser solidários com os condôminos, com o objetivo único de criar palanque politico e transformar as famílias vítimas de sofrimentos causados pelo Grupo Cyrela, em massa de manobra, como se os cidadãos e cidadãs estejam a mercê de qualquer promessa evasiva de politico.

                     Como a maioria dos políticos não sabe o que é ética, respeito e principalmente direitos do cidadão, começam a armar de todos os lados em busca do voto, mas pelo visto terão inúmeras dificuldades para serem bem sucedidos, uma vez que muitos condôminos já entenderam que eles não têm nada a contribuir e querem transformá-los em massa de manobra.

                      Mais uma vez quero registrar o meu respeito, admiração e a certeza de que Litia Cavalcante, Pedro Lino Curvelo e Haroldo Paiva, são promotores de justiça que fazem, e que merecem o respeito e a admiração da população.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *