Permanece o desrespeito a pessoas doentes nas marcações de consultas do SUS na APAE

Na última quinta-feira a TV Mirante mostrou ao vivo como a pessoa pobre sofre para ter acesso aos serviços do Sistema Único de Saúde, não oportunizando qualquer questionamento contrário por parte da Prefeitura de São Luís. Uma pessoa que chegou à madrugada na fila da Central de Marcação de Consultas da APAE e foi a primeira a ser atendida saiu frustrada, em razão de que conseguiu marcar dois exames e descartada em uma consulta de vista. Ela terá que na próxima semana voltar a ir para a fila na madrugada, mas sem garantia de que conseguirá ser respeitada em seu direito a saúde e mais precisamente a consulta de vista.

Pode-se observar claramente, como os pacientes do SUS são tripudiados em seus direitos e tratados como qualquer Zé Ruela ou segunda pessoa do Seu João Ninguém. Cadê as promessas, o respeito a dignidade, mais uma vez o povo está vendo que o discurso é uma coisa mirabolante e a prática é perversa e excludente

                Redução de 25% do repasse da prefeitura para a APAE

Várias doentes que procuram a APAE para marcar consultas foram informadas que houve uma diminuição no atendimento a consultas e exames, decorrente de que a Secretaria Municipal de Saúde teria feito uma redução de 25% nos repasses mensais da Secretaria Municipal de Saúde a APAE e que teria também atingido a Santa Casa de Misericórdia. Caso efetivamente seja correta a informação repassada na Central de Marcação de consultas da APAE, o problema toma dimensão séria e praticamente insustentável, diante de que com a redução da pandemia, com certeza vai aumentar o fluxo de pessoas que vão em busca de serviços médicos diversos.

A verdade é que quem acreditava em um novo tempo e serviços com maior eficiência, está se decepcionando mais cedo do que esperava. Há necessidade de mobilização e luta por direitos e acima de tudo, respeito a dignidade das pessoas que têm direito aos serviços médicos do SUS.

Fonte: AFD

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *