Maioria dos brasileiros vê como justa a condenação de Lula, mostra pesquisa

Apesar do trabalho da defesa do ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva em tentar desqualificar o trabalho da Operação “Lava Jato”, da Polícia Federal, estudo encomendado pelo Paraná Pesquisas mostra que 57% da população brasileira acredita que a condenação do petista foi justa. Outros 37,6% disseram achar que a condenação foi injusta e 5,4% não souberam ou preferiram não opinar.

Lula foi condenado em duas ações penais. Em 2017, foi sentenciado pelo ex-juiz federal Sérgio Moro, em processo que investigou o tríplex no Guarujá (SP). Em 2019, foi novamente condenado na 1ª Instância da Justiça Federal pelo caso do sítio de Atibaia.

A análise feita pelo instituto de pesquisas abordou somente a condenação de Lula, publicada após o encerramento da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) e a quebra de sigilo das mensagens hackeadas, supostamente, trocadas entre procuradores e o ex-juiz Sergio Moro.

Abaixo, são os grupos que registraram maiores percentuais para cada resposta à pergunta da pesquisa:

Quem acredita que a condenação de Lula foi justa:

homens (59,5%);

pessoas de 35 a 44 anos (59,5%);

os que têm ensino superior (63%);

moradores do Sul (63,8%).

quem acredita que a condenação de Lula foi injusta:

mulheres (38,2%);

pessoas de 60 anos ou mais (41,8%);

os que estudaram até o ensino fundamental (43,3%);

moradores do Nordeste (47,9%).

A pesquisa ocorreu de 16 a 19 de fevereiro e 2264 entrevistas foram realizadas com moradores de 200 municípios brasileiros, nos 26 Estados e no Distrito Federal. O grau de confiança do estudo é de 95%.

Jornal da Cidade Online

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *