Investigado na Lava Jato, Rodrigo Maia cria comissão para ‘afrouxar’ lei contra lavagem de dinheiro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), criou uma comissão de juristas para sugerir mudanças na lei de lavagem de dinheiro. Curiosamente, a discussão acontece após a Operação Lava Jato enquadrar diversos políticos por esse crime, tendo como base repasses de empresas durante campanhas eleitorais.

Informações dão conta de que o objetivo da comissão é ‘delimitar’ o crime de lavagem, estabelecendo parâmetros para definir se a tipificação penal inclui o caixa 2 das campanhas e abordar novas soluções tecnológicas, além de tratar do pagamento de honorários advocatícios.

Na prática, os ajustes podem levar a um ‘afrouxamento’ na atual aplicação da lei.

Vale ressaltar que Rodrigo Maia é investigado pela Lava Jato pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. O inquérito está para ser apurado pela Procuradoria Geral da República desde setembro do ano passado.

Como justificativa para criar a tal comissão, Maia alegou “a problemática concernente ao crime de lavagem de dinheiro e ao denominado caixa 2 eleitoral, o qual produz decisões judiciais conflitantes e traz insegurança ao processo eleitoral”.

Fonte: Estadão

 

ALELUIA LEONARDO DE MELO

..ELE..TÁ..TRANQUILO..PORQUE.SEMPRE..QUE..VEM..A..DENUNCIA..A..TONA..BARGANHA..POSITIVAMENTE..EM..DESFAVOR..DE..POLITICAS..PÚBLICA..EMENDAS..E..PROJETOS..LIBERADOS….E..CAI..A..DENINCIA..SEMPRE..

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *