Governo encaminhará a privatização dos Correios, “sucateado” pelas gestões petistas

O presidente dos Correios, general Floriano Peixoto, disse que a desestatização da estatal “já está andamento”. Segundo o general, o governo está terminando de elaborar um projeto de lei que prevê a privatização da empresa e precisará ainda ser aprovado no Congresso.

“A capilaridade da estatal é seu maior ativo: estar presente em todo o território nacional é uma vantagem de poucas instituições”, disse.

Peixoto ainda ressaltou que “qualquer empresa de logística teria interesse nos Correios”. A grande realidade dos problemas na estatal é a existência de “casta” com supersalários no topo da empresa e falta de condições para atender as reivindicações dos funcionários. Dentro do contexto com reflexos altamente negativos, são os casos de corrupção envolvendo funcionários em quase todos os estados, em que furtam mercadorias, fraudam correspondências para se apossarem de cartões de créditos, senhas e outros casos criminosos.

Atualmente, os funcionários dos Correios estão fazendo greve e apesar das tentativas, não consegue o apoio popular, diante dos péssimos serviços que vem prestando e demonstram que a empresa não tem como sair do fundo do poço. Já se manifestaram em adquirir a estatal histórica brasileira, o Magazine Luísa e as estrangeiras Amazon e Fedex

Diante disso, um vídeo antigo de uma carteira rasgando cartas voltou a circular nas redes sociais, fato que depõe contra a empresa, que outrora foi uma das mais respeitadas do mundo, e que, simplesmente, foi totalmente sucateada durante as gestões petistas.

Jornal da Cidade Online

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *