Globo perde direitos do Mundial de Clubes da Fifa para a Band

A Rede Globo de Televisão e seus canais associados acabam de levar mais um duro golpe em relação às transmissões esportivas. Na expectativa de ainda conseguir aproveitar algo de bom da Taça Libertadores da América, cujos direitos foram perdidos para o SBT, a aposta era cobrir com exclusividade a disputa do Mundial de Clubes da Fifa de 2021, que será realizado de 3 a 12 de fevereiro do ano que vem, nos Emirados Árabes Unidos, com a presença, entre outros clubes, do Palmeiras, campeão da Libertadores em 2021 e do Chelsea, campeão europeu.

Mas quem acabou levando foi a TV Bandeirantes – a Band – que deu um chapéu na concorrência e garantiu os direitos, neste sábado (18). O contrato, para não deixar uma brecha sequer, vale tanto para a TV aberta, quanto para fechada.

A informação é do portal Notícias da TV, que revelou ainda que a Globo já planejava enviar uma equipe de até 40 profissionais para a cobertura dos jogos, agora reduzida a apenas quatro pessoas.

Será a primeira vez, desde 2000, que a Globo não fará um Mundial de Clubes com brasileiros.

Considerando o fim da mamata das verbas institucionais bilionárias, as dívidas astronômicas que ficaram e podem até impedir que se renove a concessão de funcionamento, as demissões em massa de funcionários, incluindo aí grandes atores e jornalistas que fizeram a história da emissora, a perda de exclusividades e contratos de transmissões, e a total perda de credibilidade que leva à quedas estrondosas de audiência, a Globo, a cada dia demite profissionais com grandes experiências e que ajudaram na construção da potência da comunicação que foi a emissora. Ela definha e perdeu grande da sua duvidosa credibilidade.

Jornal da Cidade Online

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *