General Heleno manda recado duro sobre apreensão de celular de Bolsonaro

General Heleno alerta que pedido de apreensão de celular do presidente pode ter “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, divulgou nesta sexta-feira (22) uma nota oficial em que considera uma “afronta” caso o telefone celular do presidente Jair Bolsonaro seja apreendido por ordem da Justiça. A nota também alerta que a decisão causaria “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, enviou para a Procuradoria-Geral da República três notícias-crime feitas por partidos e parlamentares sobre a suposta interferência do presidente na Polícia Federal. O ministro disse que cabe ao PGR analisar pedidos para apreensão dos celulares do presidente da República e do seu filho Carlos Bolsonaro.

Yahoo Notícias

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *