Flavio Dino com R$ 50 milhões na propaganda e R$ 7,6 milhões para jatinhos quer tirar R$ 400 mil de idosos

Os promotores de justiça José Augusto Cutrim e Elizene Ribeiro Azor, das promotorias especializadas da capital de defesa dos direitos da pessoa idosa, protocolaram na Vara dos Interesses Difusos e Coletivos ação, contra a determinação do governador Flavio Dino de retirar a importância de R$ 400 mil do Fundo dos Direitos da Pessoa Idosa para o Fundo Estadual de Saúde, sob o argumento para o enfrentamento a covid-19.

Flavio Dino argumenta que obteve a aprovação do Conselho Estadual dos Direitos dos Idosos, que embora seja paritário é sempre controlado pelos interesses do governo, daí que os membros apenas cumpriram ordem para aprovar. A atitude do governador é a mesma utilizada por ele quando quebrou o FEPA, com a retirada de R$ 400 milhões do Fundo de Pensão dos Servidores Públicos do Estado.

Diante da seriedade da crise da coronavírus e colocada pelo chefe do executivo estadual como da maior prioridade, o Governo do Estado tem meios mais eficazes para reforçar o Fundo Estadual de Saúde.

Em fevereiro do presente exercício, quando já era de domínio público o avanço vergonhoso da extrema pobreza no Maranhão, relegando o Estado ao mais miserável do país, com mais da metade da população passando fome e em plena miséria, Flavio Dino fechou um contrato de R$ 7,6 milhões com a empresa Solar Táxi Aéreo do Ceará para aluguel de jatinhos.

A Secretaria de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos tem um considerável orçamento de R$ 50 milhões.

Diante da realidade acima citada, que já poderia ter sido vista com a suspensão do contrato de aluguel dos jatinhos e a transferência de pelo menos de 50% do orçamento da Comunicação e Assuntos Políticos, para fortalecer o enfrentamento a covid-19 pelo Fundo Estadual de Saúde, o governador ataca justamente um fundo pequeno destinado a promover políticas e ações em defesa da pessoa idosa, é no mínimo falta de sensibilidade e respeito às pessoas idosas pelo governador Flavio Dino.

 

 

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *