Diretórios nacional e estadual do PT bateram o martelo e Waldir Maranhão será um dos candidatos do partido ao senado

Sem título

A filiação do deputado federal Waldir Maranhão no Partido dos Trabalhadores foi costurada a nível nacional com o apoio da ex-presidente Dilma Rousseff e confirmada por Lula da Silva. A iniciativa do diretório municipal de recusar a aceitar a indicação causou enorme desgaste e o diretório estadual que estava na mesma iminência, recuou e ratificou a determinação nacional.

O governador Flavio Dino, que não gostaria de apoiar a candidatura de Waldir Maranhão ao senado e o seu interesse está em  fazer coligação com o PT para ter o tempo de TV do partido. Para tanto sabe que terá que engolir uma candidatura ao senado ou a vice-governador, caso o governador entenda ser importante tempo de televisão do PT.

O deputado federal e candidato ao senado Wewerton Rocha já teria sinalizado a Waldir Maranhão, o apoio do PDT, integrante da base de apoio de Flavio Dino e que ambos podem perfeitamente unidos lutar pela eleição.

O que tem motivado muitas perguntas, reside de como ficará a deputada federal Eliziane Gama, que segundo informam já teria o apoio do governador, mas que nunca assumiu publicamente a sua candidatura.

Existem dois complicadores para o governador Flavio Dino, o primeiro justificar a defenestração da deputada Eliziane Gama, a centenas de pastores evangélicos e o segundo está na possível coligação com o PT, que irá compor a base totalmente rachado, por conta de conflitos criados pelo próprio dirigente do Executivo Estadual. São complicadores que serão difíceis de serem reparados, mas como em politica tudo é possível, o que se prevê, pode simplesmente não existir e as promessas ficarem para acertos posteriores.

.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *