CPI dos Transportes vai avaliar a concorrência pública e o péssimo serviço a população

 A CPI dos Transportes será uma grande oportunidade para a Câmara Municipal de São Luís mostrar que tem respeito e responsabilidade para com os usuários dos transportes coletivos da capital. Ela deve ser presidida pelo experiente vereador Francisco Carvalho e o relator deve ser escolhido entre os vereadores Marquinho Silva, Otávio Soeiro, Álvaro Pires e Astro de Ogum, todos integrantes da CPI.

A Comissão Parlamentar de Inquérito terá que ouvir as associações e lideres comunitários, os quais denunciam todos os dias, o desrespeito praticado pelos empresários contra os usuários. Uma observação que se faz necessária é que na farsa da concorrência realizada na administração do ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior, foram criados consórcios, o que proporcionou a que as empresas maiores serem as únicas a operarem em setores da cidade, o que tem facilitado para imporem as suas regras e prestarem serviços, em que não existe um mínimo de qualidade.

Os vereadores terão que ver de perto, o verdadeiro inferno vividos por usuários nos terminais da integração e o desrespeito impostos a todos pelos empresários.

Quem apostou que depois da greve e com R$ 12 milhões da Prefeitura de São Luís, haveria uma melhoria nos serviços, acabou se decepcionando mais uma vez e a esculhambação continua e cada vez pior. A CPI terá que ir ver a realidade nos bairros, muito oportuna para que pelo menos possam ver o sofrimento de todos os dias de trabalhadores e trabalhadores, estudantes e idosos, principalmente no caso dos coletivos que todos os dias param por panes mecânicas.

Ontem pela manhã tive oportunidade de ver dois coletivos com panes na avenida Jerônimo de Albuquerque. Há necessidade de enfrentamento a problemas de tal natureza. Outro fator sério e que a CPI tem o dever de investigar é que grande parte da frota de coletivos de São Luís, são chassis e motores velhos com carrocerias novas.

A grande expectativa é de que a Câmara Municipal de São Luís através da CPI seja totalmente transparente efetivamente adote providências que venham realmente para dar um mínimo dignidade a população com um serviço de transporte coletivo pelo menos com um mínimo de qualidade, inclusive com solicitação de uma nova concorrência pública a nível nacional.

Fonte: AFD

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *