Comandante geral da PMMA denuncia a justiça ex-comandantes gerais e tenentes-coronéis por crimes militares

O coronel Pedro Ribeiro dos Reis, comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, decidiu tomar providências junto ao Ministério Público e a Justiça Militar do Estado do Maranhão acordo com o Inquérito Policial Militar nº 074/2019-DP/3, de 05 de 05 de novembro de 2019. O IPM apurou práticas ilícitas e criminosas no Contrato nº 03/2016, firmado entre a Polícia Militar do Maranhão e a Empresa Resende Engenharia Ltda-ME, destinado à reforma e ampliação do Centro Integrado de Assistência Médica e Social (CIAMS) da Diretoria de Saúde e Promoção Social (DSPS) da PMMA, que se encontram  inacabadas, causando prejuízos, transtornos administrativos e operacionais à rotina da instituição PMMA. O Inquérito Policial Militar teve como encarregado o coronel Gilberto Fontenele Barcelos, que indiciou todos os envolvidos em indícios de autoria e materialidade de crime militar.

Foram indiciados por autoria e materialidade de crime militar os coronéis e ex-comandantes gerais da PM, José Frederico Gomes Pereira e Jorge Allen Guerra Luongo e os tenentes coronéis Odilon Antonio Rios Mariz, José Dorneles Miranda e Nasser Duarte Santos.

Diante das provas constantes nos autos, o coronel Pedro Ribeiro dos Reis, comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, mandou publicar o relatório do IPM no Boletim Reservado PM, o Relatório do Inquérito Policial Militar, enviar uma cópia para o Ministério Público e outra ao Juiz da Auditoria da Justiça Militar do Estado do Maranhão, na forma que preceitua o Artigo 23 do Código de Processo Penal Militar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *